terça-feira, 20 de abril de 2010

Atitude cidadã

Artigo do Jornal da Missão da Liberdade
Ano I - Edição I - Agosto/2009

DONA NENÉM:

ATITUDE CIDADÃ E EXEMPLO DE VIDA CRISTÃ!

Por Tarsila Burity e Torquato Silva

Um belo dia, um usuário de Orkut estava em casa, navegando à toa no site, quando se lembrou de alguém querido e resolveu fazer uma comunidade virtual para esta pessoa. O nome da homenageada é Dona Neném, a simpática senhora na foto ao lado.

Quem acessa, encontra a seguinte descrição: “Esta comunidade destina-se às pessoas que conhecem ou já ouviram falar na famosa mulher que se tornou ponto de referência do bairro de Santo Aleixo”. De fato, no bairro em questão, localizado em Jaboatão dos Guararapes, ela é muito conhecida. Não há uma pessoa sequer que não a conheça ali.

Em entrevista a um grupo de jovens curiosos do Ponto Missionário da Liberdade, Dona Neném fala de sua vida, como chegou à região e dos desafios que enfrentou. Lição de vida até dizer chega. Segundo o Ministro Pastoral do Ponto Missionário, Izaías Torquato, que esteve presente e conduziu a entrevista, a sociedade não é educada a dar o devido valor àqueles que fazem parte da história de cada comunidade, e é importante estar estimulando as pessoas a fazê-lo.

Natural do município de Moreno, Dona Neném experimentou o sofrimento muito cedo. Perdeu a mãe com apenas um ano e meio e foi criada, juntamente com seus dez irmãos, pela tia. Aos 15 anos, mudou-se para Santo Aleixo para trabalhar, e acabou conhecendo o ferroviário José Barbosa, nascido em Passira, Pernambuco. “Naquela época, se você gostasse de alguém, só podia olhar. Depois que começava a namorar é que o homem mandava cartinhas e fazia visitas em casa”, recorda-se ela.

Ao longo da entrevista, surge a lembrança de um momento marcante: seu casamento com Barbosa após um ano de namoro. Depois do casório, era hora de construir o patrimônio. Enquanto ele trabalhava como ferroviário, ela ensinava leitura para mais de 100 crianças. Graças à sua atitude, muitos alunos puderam se formar.

Hoje em dia, Dona Neném tem 13 filhos. Um é negociante, trabalha com uma rede de supermercado. Outro administra um estabelecimento localizado logo abaixo da residência atual dela. Outro é dono de uma escola, e todas as filhas seguiram o exemplo da mãe e se tornaram professoras.

Inspirada nas conquistas da mãe, Vera Barbosa fala da honra que é ser filha de uma mulher tão forte. “Ela era uma catequista, foi quem nos ensinou a ter fé. Até hoje aconselha os filhos e filhas, nos ajuda a resolver os problemas pessoais com confiança e tranqüilidade”, diz. Ainda muito religiosa, Dona Neném faz parte da Legião de Maria e das Senhoras da Caridade. Ao mostrar uma foto da visita da Mãe Rainha, ela se emociona: “todos os meus filhos estavam comigo neste dia”, relembra.

Hoje viúva, a acolhedora velhinha não perdeu um bom humor e gosto pela vida. Para finalizar a entrevista, pede que intercedamos pela paz no bairro e, em especial, pela juventude que mora lá. Diz acreditar no poder da oração como agente de transformação na vida de cada um de nós. Por fim, levanta-se de sua cadeira, pede licença e despede-se dos jovens repórteres com um sorriso no rosto e muito amor no coração.

"Making of" da entrevista


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Brasis - Diocese Anglicana do Recife

Postagens populares

PONTO MISSIONÁRIO DA LIBERDADE
4ª Travessa Santo Aleixo, 275
Santo Aleixo - Jaboatão dos Guararapes - PE
Próximo ao Mercadinho Asa Branca